terça-feira, 8 de janeiro de 2008

É Tradição...


Durante 2 dias é tradição numa aldeia de Trás-os-Montes dar cigarros a crianças. Não se sabe ao certo a origem da mesma. Também não pretendo entrar pela critica fácil e descontextualizada. Para mim, um urbano por natureza, esta tradição é uma perfeita estupidez. Não porque acredite que alguém que fume 2 dias e nesta idade fique viciado mas porque é uma tradição que, aparentemente, nada tem a ver com a religiosidade deste evento. O que tem o dia de Reis a ver com isto?

Sempre notei que se advogam perfeitas anormalidades em nome da tradição. "Manda a tradição que..." E sempre me ensinaram nos bancos da Escola que a identidade de um povo se faz pela sua cultura e credos.
Agora o nosso Governo acabou com a tradição dos não fumadores ficaram com as roupas cheias do odor do tabaco de quem fuma. A mim, já me chegou a incomodar o tabaco. De qualquer maneira, não será uma regulamentação exagerada? Exagerado é o focus que os Media dão sobre este tema.
Actualmente assistimos ao espectaculo dos Media em busca de um amontoado de pessoas a fumar. Existe a necessidade de mostrar à sociedade que "eles" (os fumadores) existem e que, raios, continuam a puxar do cigarro. A mim pouco me importa ver ou saber que à porta do Amoreiras estão 20 ou 30 pessoas a fumar. E que alguém especule sobre a produtividade dos mesmos. Manda a tradição, respeitar o nosso próximo.
Continuamos é com o tradicional "não tenho nada a ver com isto". Ver o senhor ASAE a fumar um charuto num recinto fechado (sei quem há excepções á lei) no primeiro dia que a "Lei do Tabaco" entra a vigor...parece-me uma "perfeitamente anormalidade". É engraçado notar os lobbys que se formaram para salvaguardar a imagem desse cidadão. Se ele dirige uma Entidade que notoriamente investe mais na sanção do que na prevenção, porque que raio teremos nós ser tolerantes com este individuo?
A lei tal como o sol, quando nasce é para todos.
Ou será que há portugueses de primeira e de segunda?
E não me venham com a ideia que é tradição ser-se "chico esperto" em Portugal.

4 comentários:

Ana disse...

Apoiado!

Estou farta destas notícias que só fazem perder a paciência de quem ainda espera algo de novo enquanto tem a tv ligada!
Há "tradições" muito estúpidas... Enfim, nem há palavras...

Beijoca para ti

Evelyne Furtado disse...

Detesto esse exagero contra os fumantes. Detesto ter que saír de um restaurante para fumar. Detesto me sentir marginalizada pq fumo. Aqui no Brasil é um saco.
Mas gostei de conhecer seu blog...

JuliaML disse...

gostei do que li, Sou transmontana e fumadora. Preciso dizer mais?

marta disse...

simplesmente porque estava num dentro de um casino, e que aí se pode fumar, apesar de ser um recinto fechado.

A lei é estupida? não tenhamos dúvidas disso.